terça-feira, 2 de novembro de 2010

Voltas .

Frágil. Ela quer ir embora, quem sabe até pra se encontrar. Ela quer fugir, mudar. Sentir que alguém sente sua falta e conta cada segundo para a ter de volta.
Mas tantas vezes ela fugiu, teve que voltar. E entre tantas idas e vindas se machucou, o bastante para não querer mais esse caminho. No entanto há uma guerra dentro de seu ser, metade da moça ama com toda a emoção que um coração pode proporcionar e voltaria quantas vezes fossem necessárias. Metade dela ainda sente rancor e com toda a razão e não quer jamais ter que depender de algo que parece sofocar.
Intrigante, quanto mais ela sofre, mais ela ama.

2 comentários:

Haylla disse...

Estou seguindo nesse então flor..
Xerinho'

Stephane Many disse...

Ok, volte sempre lindoona =D